Empréstimo com Juros Baixo

6 Tipos de Empréstimo com Juros Mais Baixo do Mercado

Este aqui um dos grandes desafios, onde todos nós enfrentamos, seja para abrir um negócio próprio, seja para quitar uma conta, para realizar um sonho, alcançar um objetivo, seja para aquele seu casamento, entre outros afins.

Todos gostariam de conseguir um empréstimo com um juro mais baixo.

E aqui neste artigo, eu vou te explicar como você pode conseguir esta façanha, vou te auxiliar e também te darei várias dicas sobre este assunto.

Boa leitura para você.

Como conseguir empréstimo com juro mais baixo

1. Penhor:

Penhor

O que torna os juros sobre o empréstimo ser alto, na verdade se trata da falta de garantia que o banco ou a empresa tem, sobre o pagamento deste empréstimo.

Desta forma quanto maior for a sua garantia sobre o empréstimo, menor serão os seus juros.

Então se você tem alguma loja ou bem valioso, o mesmo pode ser usado como garantia para conseguir o empréstimo com os juros bem mais baixos que o padrão.

Claro, tudo isto deve ser negociado, e coloque apenas como garantia aquilo que realmente você possa “perder”.

Em nosso país, ou seja, aqui no Brasil, o penhor só pode ser feito pela Caixa Econômica Federal e essa avaliação do valor do bem é feita na agência do banco ou empresa que você irá pegar o empréstimo.

2. Crédito consignado:

Crédito Consignado

Com o crédito consignado, o cliente consegue uma ótima maneira de ter juros mais baixos sobre o seu empréstimo.

Esta modalidade permite diminuição de juros, pelo fato que o cliente paga a sua parcela sem nem mesmo pegar no dinheiro.

O pagamento é feito automaticamente através da folha de pagamento, vale lembrar que esta modalidade não é para todos.

Uma vez que a mesma só pode ser feita para trabalhadores de carteira assinada, funcionários públicos, militares, pensionistas e aposentados do INSS.

Outro detalhe importante a se ressaltar, é que apesar dos trabalhadores de carteira assinada poderem fazer este tipo de empréstimo.

Antes é necessário que a empresa para o qual o mesmo trabalhe, tenha convênios com o banco que você está solicitando o empréstimo.

Quer ter menos burocracia para conseguir empréstimos, então mantenha o seu Serasa Score mais alto.

3. Refinanciamento de veículos:

Refinanciamento de Veiculo

Muito parecido com a modalidade de penhor, aqui você também irá colocar como garantia um “item” de valor, neste caso estamos falando aqui do seu veículo.

A lógica é a mesma, o banco ou a empresa diminui os juros, pelo fato da segurança caso você não consiga pagar pelo seu empréstimo.

Para que esta modalidade seja aceita pelo banco, é necessário que o seu veículo esteja totalmente quitado.

A empresas e bancos que aceitam o veículo com parcelas ainda a serem pagas, entretanto o juro terá uma redução muito pequena.

Alguns outros detalhes são importantes e fundamentais para esta modalidade, o carro precisa estar em seu nome e ter pelo menos 10 anos.

Após o empréstimo assinado o carro ainda continua no seu nome, entretanto caso você não consiga arcar com as parcelas, o banco tem todo o direito legal, sobre posse do seu veículo.

4. Refinanciamento de imóvel:

Refinanciamento de Imovel

Aqui eu já vou te dar uma dica muito importante, planeje muito bem para que as parcelas do seu empréstimo caibam em seu bolso.

Pois é muito importante ressaltar, que caso você não consiga arcar com as parcelas, o banco será o dono do seu imóvel.

Essa modalidade também é muito conhecida como empréstimo com o imóvel como garantia.

É possível financiar até 70% do valor de avaliação do imóvel, com este método você consegue juros mais baixos, sendo possível chegar a parcelas de até 30 anos.

Caso você tenha um imóvel que possa colocar como garantia, e tenha um ótimo planejamento financeiro e um plano (B) bem pensado.

Essa pode ser uma ótima forma de você conseguir um juro bem mais baixo, entretanto é importante ter muito cuidado.

5. Antecipação do 13º salário:

Antecipação de 13 salário

Esta modalidade, normalmente é cobrada em uma única parcela, assim que o dinheiro cai em sua conta automaticamente ele é transferido para a conta do banco.

Sendo assim, caso você necessite de um dinheiro mais rápido, vale muito a pena abrir mão do 13º salário, para se ter o valor em mãos agora.

Você precisa entrar em contato com a sua agência ou banco para ter acesso a esta modalidade, e por se tratar de um dinheiro extra, acaba não afetando a sua renda principal.

Entretanto muita atenção aqui, se por algum motivo você não consegue pagar, você será cobrado da mesma forma e com juros maiores.

6. Faça um empréstimo online:

Empréstimo Online

Nós sabemos que um dos grandes custos para se ter um negócio, trata-se exatamente de manter a sua estrutura, seja ela pagamento por uma estrutura física e ou pagamentos com funcionários.

Desta forma os empréstimos online, vem crescendo muito principalmente aqui em nosso país.

Pela facilidade de se conseguir empréstimo, e para as empresas não necessitam pagar por uma estrutura física e redução de funcionários e algumas vezes quase não existe funcionário para fazer alguns serviços de forma online.

As empresas e bancos acabam reduzindo a sua taxa, em prol da redução de custo, o que nos faz ganhar muito com estas vantagens.

Existem diversas empresas e bancos onde você consegue fazer um empréstimo de forma online com juros bem reduzidos.

É necessário que você faça uma boa pesquisa sobre cada uma delas, escolha aquela que melhor atende às suas necessidades.

Obviamente as coisas não são tão fáceis como parecem, 98% das empresas que oferecem empréstimo online, fazem uma boa varredura sobre o seu nome.

E outras, mesmo oferecendo serviços de empréstimo de forma online, cobram juros como se estivessem executando o serviço através de uma agência física.

Desta forma é muito importante que você novamente, faça uma boa pesquisa sobre estes bancos e ou instituições.

Mas para aqueles que tem um bom Serasa Score, não tem muito com o que se preocupar em quando o assunto é ter um bom nome no mercado, por isso eu recomendo que você mantenha o seu Score sempre em um alto patamar.

Como funciona o Score?

Como Aumentar o Serasa Score

Agora que você já entende o que é o Serasa Score, vamos saber um pouco sobre a sua funcionalidade.

Existe um grupo de indivíduos, no qual foi feito um estudo, para definir o peso de cada informação no sistema do Serasa Score, este grupo não é revelado para o público.

Nesse grupo de pessoas, os indivíduos têm características parecidas, desse modo é possível comprovar de forma estatística, os resultados que os demais poderiam gerar e com isto eles criam uma tabela para definir a pontuação do seu Score.

Nesta pontuação que vai de 0 a 1.000, é estabelecido os padrões da seguinte forma. As pessoas que tiverem de 0 a 300 pontos, são consideradas consumidores com alto risco de inadimplência.

Para aqueles que tiverem uma média entre 300 a 700 pontos, o sistema considera como um risco de inadimplência baixo, mas ainda com certo risco de inadimplência, por este motivo mais uma vez eu reforço a importância de ter uma pontuação alta.

Como seu nome fica sujo?

A partir do momento que você atrasa o pagamento da conta, a empresa credora já pode entrar em contato, diretamente com os birôs de crédito.

Após receber a demanda, o birô é obrigado por lei, a enviar uma carta ao devedor, avisando que o mesmo tem dez dias corridos para quitar a sua dívida.

Como consultar o Score Serasa pelo CPF

Como Consultar o Serasa Score

De forma rápida, simples e prática você pode consultar a sua pontuação no sistema do Serasa Score. Primeiro é necessário que você acesse o site do Serasa.

É necessário que você preencha todo o cadastro, e se for sua primeira vez, preencha com todas as informações, que o sistema pede.

Em sequência, você poderá ter acesso às informações do seu Score, fazendo login na sua conta do Serasa. Depois basta visualizar a sua pontuação em sua tela, de forma que a mesma vai de 0 a 1.000 pontos.

Essa pontuação funciona de forma dinâmica, sendo calculada sempre que o consumidor faz a sua consulta, essa pontuação reflete o comportamento do consumidor no mercado de crédito até o prezado momento.

É sempre importante lembrar que, cada empresa tem uma dinâmica diferente para disponibilização de crédito, aos seus clientes, mas a maioria delas utiliza o sistema do Serasa Score, para assim tomar as decisões finais.

Entretanto, a outras empresas, que fazem preferência a outras plataformas, mas o sistema do Serasa Score é um importante termômetro eficiente para avaliar a saúde financeira dos consumidores no mercado.Como aumentar meu Score de Credito

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *